Preciso de um lar....

Esta linda cadelinha de um aninho precisa de um novo lar, uma vez que a pessoa que a criou vai viajar e não pode levá-la e ela quer doar pra alguém que cuide com carinho.

Informações: Hilda Ramos 3269.3178

Pesquisa mostra descaso com a saúde dos cães.

A medicina veterinária avançou nos últimos anos, no entanto, segundo pesquisa realizada pelo Radar Pet Comac, dos 25 milhões de cães existentes no Brasil, 17% frequentam veterinários e se beneficiam dos progressos do setor. Essa minoria são os que possuem maior chance de viver mais e com qualidade.

Os irmãos da mesma ninhada Bolinha e Piguinho de 15 anos e a cadela Nickita, de 18, são prova disso. Além da raça, os três têm em comum a idade avançada e a ótima saúde. Eles são da gerente empresarial Jennifer Almeida que atribui a longevidade dos cachorros ao amor e aos cuidados com a saúde que recebem desde filhotes. “Meus cães são tratados como filhos, vão regularmente ao veterinário, fazem exercícios físicos e comem ração específica para idade deles”, disse a gerente empresarial.

Segundo o veterinário Oclydes Barbarini, os cuidados com a saúde e o bem-estar do animal, somados ao carinho e atenção dos tutores, permitem que os cães cresçam protegidos.

Para Oclydes Barbarini, ter um animal de estimação é sinônimo de responsabilidade e assim como os seres humanos eles têm o direito de um acompanhamento médico veterinário. “Ele vai orientar o tutor sobre a alimentação do pet, sobre o protocolo de vacinação a ser seguido, sobre o uso frequente de antiparasitários e identificar problemas de saúde e formas de tratamento”, afirmou.

Os filhotes e os jovens

Até 1 ano, os cães são considerados filhotes. Nessa fase, eles devem comer rações especiais, receber as primeiras vacinas e tomar vermífugos. “As vacinas previnem leptospirose, raiva, cinomose, parvovirose, coronavirose, hepatite infecciosa, doenças respiratórias, gripe e outras doenças. Nenhum filhote deve sair à rua ou ter contato com outros animais antes de completar a vacinação” disse o veterinário Oclydes Barbarini.

Na fase jovem, que vai de 1 a 3 anos, os cães devem usar medicamentos para combater os parasitas e os tutores devem ficar atentos ao comportamento do animal. “Cães com muita energia, por exemplo, necessitam de suplementos alimentares”, afirmou o veterinário.

Cães adultos e maduros


Segundo Oclydes Barbarini, o cão é considerado adulto aos 3 anos e nessa fase está mais propenso a infecções respiratórias, dermatites, infecções de ouvido e problemas odontológicos. “Para todas essas doenças existem tratamentos que facilitam a vida do tutor de cães que dão trabalho na hora de tomar remédio”, afirmou.

Aos 8 anos, o animal é considerado idoso e começa a ficar mais quieto. “Os cães podem sentir dores por conta de problemas ósseos, odontológicos e doenças crônicas. O tratamento, na maioria das vezes, envolve anti-inflamatórios e devem ser administrados de forma segura e acompanhada pelo veterinário”, disse Oclydes Barbarini.

Graças aos cuidados veterinários que receberam durante a vida, os pinchers Bolinha, Piguinho e Nickita estão próximos de completar duas décadas de vida com saúde. “Estão velhinhos e vou sofrer quando morrerem. Mas, estarei com a consciência tranquilia de que fiz o melhor para eles viverem com saúde e felizes”, disse gerente empresarial Jennifer Almeida, tutora dos cães.

Fonte: Correio de Uberlândia

Seja Feliz: adote um amigo



Há milhares de cães e gatos abandonados à espera de um lar.

Serie: Quem faz " ALGO MAIS" - III

A personagem desta segunda-feira que faz "Algo mais" pelos animais em Pernambuco é Sarah Freitas, conhecida em todo o Movimento Animal pelas ações serias e objetivas e ideias arrojadas. Formada em administração de empresas, Sarah começou a ver e entender que havia "algo errado" por volta dos 15 anos, quando começou a recolher e cuidar de animaizinhos de rua. Ela conta a estoria:

Já realizava trabalho com animais desde dos meus 15 anos, pegava um animalzinho de rua e cuidava.
Mas como eu morava no interior, os vizinhos se sentiam incomodados e sacrificavam os animais que eu cuidava.
Quando vim morar em Recife, em 2006, senti que poderia me envolver e aprender tudo sobre o mundo animal.
Mas, apenas em 2008 eu iniciei os trabalhos na causa após realizar uma visita ao abrigo da Dora localizado no bairro da Muribeca. Vi o quanto os animais necessitavam de minha ajuda e dedicação.

Blog: o que mais lhe incomoda em relação ao descaso com os direitos animais?

R- O comodismo e egoísmo da sociedade em entregar e se desfazer de seus animais seja no CVA, nas ruas ou abrigos.

Blog: Quais ações vc já encampou para mudar esta realidade?? e como esta a situação hoje?

R- O nosso grupo ARCA DE NOÉ - PE realiza semestralmente campanha de conscientização.
Já lançamos 3 campanhas: OS VIRA-LATAS SÃO LINDOS, FEIO É O SEU PRECONCEITO; QUEM AMA CUIDA, QUEM CUIDA CASTRA. e PARA MIM OS ANIMAIS IMPORTAM.
Já passaram por nós mais de 40 cães. Todos foram adotados. Apenas 5 foram devolvidos, 3 permanecem conosco até hoje.
Disponibilizamos para adoção apenas animais vacinados e castrados.
Em nosso site estão disponíveis 15 animais, muito embora possuímos atualmente mais de 50 cães.
Porém, alguns não possuem condições de serem adotados, seja por uma deficiência de alto nível ou por muito tempo de residencia nos lares.

Blog- O que mais pode ser feito ?

R- Conscientização da sociedade através de palestras educativas (posse responsável, direitos dos animais, castração, vacinação, etc) com o apoio da mídia.
Programas de esterilização e chipagem de animais abandonados, semi-domiciliados e domiciliados em todo território nacional.
Controle de venda de animais domésticos;
Cobrança de medidas políticas funcionais aos problemas existentes.
Leis de proteção e defesa;
cumprimento e punição ao responsáveis por casos de maus-tratos.
Multa aos responsáveis por abandono.

"Respeitar os animais é obrigação de todos, amar, ainda é privilégio de poucos!"

Contato para adoções:

Conscientizando e salvando vidas!

www.arcadenoe-pe.webnode.com

blog: arcadenoe-pe.zip.net



Se o Homem tivesse a Pureza e a Simplicidade de ser dos ANIMAIS a Paz mundial deixaria de ser um sonho e seria uma REALIDADE .

Quando Bambi trocou o Tambor por um gatinho....

video

Cadeirinha de rodas disponibilizada


Uma tutora conseguiu um abaixo assinado com 500 assinaturas para receber uma cadeirinhas de rodas da Vetcar, no entanto não está precisando mais e disponibiliza as assinaturas para alguém que tenha cachorro ou mesmo gato precisando de uma cadeirinha para andar

Ela informa que repassa as assinaturas e a pessoa só vai precisar pagar as despesas dos correios para ter a cadeirinha para seu bichinho.
A VETCAR faz cadeirinhas sob medida e são de inox, durando a vida toda.

Contato: Ana Paula- aninha_ufrpe@hotmail.com

Fred procura uma namorada.


Este fofissimo poodle-03 , com lindos olhos verdes, chama-se Fred e procura uma namorada. Ele tem 3 anos e sua familia responsabiliza-se pela eventual familia que porventura possa surgir deste romantico encontro.








Informações: Valeria-8731.3938- 9902-7520

Cãozinho perdido.


Este cãozinho SDR que atende pelo nome de Bethoven, com aproximadamente 4 anos, fugiu de casa e seus tutores estão à sua procura.

Seu pelo é cor de caramelo, com orelhas pretas e está sem cauda.
Ele foi visto pela última vez próximo ao Carrefour da Torre.

TELEFONE PARA CONTATO: (81) 8817.2103

Enviada por Maria Queiroga

Vitoria tem novo lar.

Com alegria informo a adoção da cadela Vitória Colina à familia do Sr. Raimundo C., residente em um sitio proximo do “Cães da Colina”.

" Vitória, uma linda e alegre cadela SRD foi recolhida no mercado de Peixinhos – Olinda pela protetora Rosâgela V. Esta a ingressou em nosso sítio, no período natalino de 2007. Vitória, na época adolescente, ficou bastante tempo conosco. Sua adoção foi demorada! O tempo passava, muitos cães seguiram para novos lares e ela ficava.

Guerreira da cabeça às patas, Vitória nunca perdeu a alegria e jamais cansou-se de demonstrar seus encantos. Até que em 2010, Sr. Raimundo o adotante encantado chegou. E, clique, a empatia entre os dois foi instantânea! Valeu a pena ver Vitória feliz despedir-se de nós, do sítio, e seguir seu novo caminho de cadela adotada e amada! Felicidades Vitória! Amamos você!"

Enviada por Simone Sales- Presidente do MPColina- www.mpcolina.com

Adotar é tudo de bom....

Bá tem aprox. 3 anos, esperta e muito carinhosa, grande porte, SRD, ideal para casa, castrada e vacinada.
Olá! Meu nome é Bruna, tenho 3 anos, sou muito carinhosa e esperta, grande porte, SRD, ideal para casa, castrada e vacinada.

Carol - aprox. 2 anos, mestiça de basset, pequeno porte, extremamente dócil, convive bem com outros animais e também com crianças, ideal apartamento, castrada, vacinada e vermifugada.
Olá amiguinhos! Eu me perdi da minha casa depois que fugi. Me chamo Clarinha, tenho aprox. 2 anos, sou muito amorosa, médio porte, mestiça com poodle, ideal para apartamento, castrada e vacinada. Espero conseguir uma nova família!Oi! Me chamo Max, sou um menininho de 10 meses, perdi meus irmãos por causa da erliquia e da babesia. Me salvei, depois que fui resgatado com minha irmazinha. castrado e vacinado. Você quer ser meu dono (a)?

Enviado por Sarah Freitas

Arca de Noé PE- Conscientizando e salvando vidas!

www.arcadenoe-pe.webnode.com- blog: arcadenoe-pe.zip.net

"Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas".

Hebreus 4:13

O Blog dogmidia.com e o Portal JC online agora são parceiros.

O Blog dogmidia.com e o Portal JC online, formalizaram contrato de parceria para divulgação de conteúdo jornalístico das respectivas editorias, podendo as materias editadas pelo blog ser publicadas na seção "últimas", assim como o banner de identificação do blog também será disponibilizado pelo JC online.

As materias do JC online, que tenham conteúdo indentificado com este Blog, também serão disponibilizadas aqui, com link para o Portal.

Esta parceria vinha sendo amplamente aguardada, uma vez que dará uma maior visibilidade e interação do BLOG com um universo de leitores da ordem de 2,5 milhões/mês, com pico de 8 milhões/mês, que acessam o Portal. Isto significa que daremos maior amplitude às questões referentes à Causa Animal, no tocante à divulgação de ideias, educação e posse responsável, campanhas de adoção e de conscientização do universo animal.

Agradecemos ao Senhor do Universo, que faz as coisas acontecerem na hora certa, e a Benira Maia, Gustavo Belarmino e equipe do JC online, pelo apoio.

O Contrato foi assinado pela editora deste Blog, Goretti Queiroz(esq)
e a editora
do JC on line, Benira Maria (dir)

"A vida é valor absoluto. Não existe vida menor ou maior, inferior ou superior. Engana-se quem mata ou subjuga um animal por julgá-lo um ser inferior. Diante da consciência que abriga a essência da vida, o crime é o mesmo." Olympia Salete.

Cãozinho encontrado na Torre.

Uma senhora encontrou esse schnauzer na Conde do Irajá com a Beira Rio, na Torre, ele estava na rua, é idoso e falta um dentinho nele. Ela mora em apartamento e não pode ficar com ele, mas já houve alguns pretendes e ela deixou a foto dele em vários pontos da Torre, foi em clínicas e Pet Shop e nada, ela está começando a achar que o abandonaram.

Para quem o conhecer, o telefone da Sra. Nara é 3228.1560

Tobby, pronto para ser feliz!!!!!!

Enviado por Ju Lombardi

"No dia 12 de maio, vi um cachorrinho peludo, todo molhado, magro e com muito medo, tentando atravessar a rua em frente ao Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda. Quando eu olhei pra ele, já o chamei de Tobby. Levei Tobby ao veterinário, onde ele tomou um bom banho, foi tosado, e recebeu todo o tratamento que precisava. Foi visto que Tobby tem aproximadamente 1 ano, e o exame de sangue mostrou o quanto ele estava debilitado.

Passei 1 semana cuidando dele, e ele passou 3 dias seguidos dormindo, só acordava pra comer. Dei fígado, ração e remédios, e em alguns dias Tobby já estava alegre e um pouco mais confiante nos seres humanos. Ganhou 1,5 kg e muita alegria. Chega a pular na altura da minha barriga quando me vê chegando. Qualquer situação de medo que ele tem, ele se treme todo. Para acostumá-lo a andar na rua, local de muito trauma pra ele, demorou um pouco, mas ele conseguiu. Hoje a rua é lazer pra Tobby!

Tobby é extremamente educado e obediente: faz as necessidades no jornal e obedece quando eu digo para ele ir pra algum canto - delicadamente, pois ele é MUITO sensível!!
Ainda não ouvi o latido dele. Dizem que quando o cão é muito dócil, ele late pouco, ou não late. Também por ele ainda ser jovem, isso pode acontecer. Esta semana Tobby voltou ao veterinário, onde foi castrado e tomou 1 vacina contra raiva, e 1 outra vacina que funciona contra todas essas doenças: hepatite, parainfluenza, parvovirose, cinomose, coronavorise, adenovirus T, leptospirose e traqueobronquite. Agora Tobby é um cachorrinho que PRECISA de uma família que queria muito BEM a ele.

Infelizmente eu não posso ficar com ele porque eu passo o dia fora de casa, e por conta do meu trabalho, eu viajo com frequência. Como cuidar dele, alimentá-lo e dar atenção? Também ainda não tenho condições financeiras fixas que me permitam manter um animal dentro de casa tranquilamente. Quero continuar resgatando cães, mas só posso fazer nos momentos em que eu realmente tiver condições, como foi nesse caso.

Tobby vai ficar peludo, se assim quiser o (a) proprietário (a) dele. Por enquanto o pêlo está baixo, pois tive que tosá-lo. Ele é de pequeno porte e está pesando 6,3 kg.
Quero ACREDITAR que tudo VAI DAR CERTO, assim como deu com Michael (o cãozinho atropelado no ano passado, que foi adotado e hoje dia já tem até filhotes!!)'"

"Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos. A dor é a mesma para eles e para nós. Talvez pior, pois eles não podem ajudar a si mesmos." (Dr. Louis J. Camuti)

Informações: Ju Lombardi
(81) 9103.5836/ 8730.1118

Um grande amor......

video

Resgate: um ato de AMOR.

Fotos do Théo quando ele foi encontrado.

Théo plenamente recuperado e feliz.

Foto: Divulgação

O Théo foi resgatado nas ruas de São Paulo e agora está prontinho para ser doado, vejam como ficou lindo!! O pelo cresceu totalmente. Nada como um bom “banho de loja”, ração e tratamento adequados. Ele tem por volta de 3 anos já está castrado, vacinado e vermifugado. Ele tem corpo e tamanho de basset hound, mas não é basset, é um belo mix, simpático, carismático, é um querido cãozinho. Baixinho, gordinho e de perninhas curtinhas. Adora comer, é muito alegre e divertido, uma figurinha.

Quem que adotar esse fofo? Está vivendo num hotelzinho, convive bem com todos os cachorros.
Contato: Juana 11 9995-8177 e 9964-2314 juanabraga@yahoo.com.br

Fonte: Anda

Serie: Quem faz "Algo mais" - II

Na sequencia da série "Algo Mais", com entrevistas especiais com pessoas que fazem "algo mais" pelos animais em Pernambuco, apresentamos, nesta segunda-feira, a defensora Marleide Luce, moradora do município de Belo Jardim, agreste pernambucano.

Marleide é uma cidadã em todos os sentidos. Daquelas pessoas que sabem o que está errado e vão bater à porta de quem deve resolver. Além disso, sempre foi muito amiga dos animais e briga para que eles recebam tratamento mais humano. Sai com uma câmera fotografando burros e cavalos que transportam carga excessiva, na feira de Belo Jardim, e, inclusive, resolveu pedir ajuda ao antigo promotor da cidade para que os proprietários recebessem uma reprimenda pelos excessos.

Marleide tem formação em Letras, com licenciatura em Língua Portuguesa e Francesa, além de especialização em Língua Portuguesa e Lingüística

Blog: Quando e como começou a se preocupar com os direitos dos animais?

R- Sempre tive muito zelo e carinho pelos animais. Aprendi desde cedo a amá-los e respeitá-los. A vida inteira procurei incutir isso em meus filhos e em meus alunos, também.
Sempre que posso, leio sobre o assunto. Tenho até um livro,doado por minha irmã Luce, com o título Manifesto pelos Direitos dos Animais, de Rafaella Chuahy (Editora Record).A obra me chama muito a atenção, leio como se fosse uma bíblia. Fico estarrecida com as barbaridades que se cometem contra os animais em rodeios, vaquejadas etc.

Blog- O que mais lhe incomoda na sua cidade em relação ao descaso com os direitos animais?

R- Tudo me incomoda. Acredito que todo cidadão sente o mesmo que eu. O descaso, principalmente, como os animais de tração são tratados. É triste vê-los sujeitos a uma jornada de trabalho exaustiva, sem que se leve em conta a saúde deles, o peso conduzido, a seleção de carga (que não existe),os maus-tratos a que são submetidos como chicotadas, açoites e todo tipo de barbárie. Uma crueldade. Minha mãe fica em estado de desespero e creio que, como ela, outras pessoas devem sentir o mesmo. Uma espécie de indignação.É terrível assistir a tudo isso e não poder fazer nada.A tristeza maior ocorre nos dias de feira da cidade. Os pobres animais trabalham debaixo de um sol escaldante, sem intervalos, com sede, fome...

"Os animais de feira merecem toda preocupação"

Quando lecionava na faculdade local, mais especificamente no curso de Biologia, trabalhava essas questões com os alunos, sempre sensibilizando-os para o lado da proteção e dos direitos dos animais.
Outra coisa que merece destaque é a criação de pássaros em gaiolas e a venda deles em feiras livres.

Blog- Quais ações vc já encampou na sua cidade para mudar esta realidade?? e como esta a situação hoje?

R-Quando lecionava na faculdade, fizemos um trabalho muito interessante com entrevistas, fotos e outros recursos. Foi agendada uma audiência com a promotor de Justiça, mas, infelizmente, não fomos recebidos e tudo ficou na estaca zero.

Blog- O que mais pode ser feito ?

R- Falta fazer tudo, porque, pelo que sei, não existe discussão nenhuma sobre estas questões. A escola tem um papel importantíssimo nesse sentido. É preciso educar o povo, e principalmente, adolescentes e crianças. Um trabalho de conscientização.

Blog-. Considerações finais.

R- Aguardo, ansiosamente, o dia em que os animais possam ter seus direitos assegurados, em minha cidade..É preciso trabalho árduo e envolvimento das autoridades. É necessário que haja muita sensibilidade, e não achar que se trata de uma questão tola, como já ouvi dizer por aqui. Há que se olhar com bons olhos, sobretudo, para os animais de tração. Esses sofrem muito mais.


Existem 3 tipos de pessoas: As que fazem acontecer, as que deixam acontecer e as que perguntam o que aconteceu? (John Richardson Jr)

glitter graphics


Nada fofinhos...

Nas últimas décadas o relacionamento entre homem e cão passou por sensíveis mudanças. Muitos tipos e marcas de ração foram lançados pelas grandes empresas e passaram a ser amplamente recomendadas pelos veterinários como a melhor forma de manter saudáveis os cães. No entanto, apesar de serem produtos desenvolvidos com o objetivo de fornecer aos cães tudo o que eles precisam, é cada vez maior o número de cães que sofrem com problemas sérios de obesidade... Porque?

Um dos principais fatores geradores do cão obeso é o seu proprietário. Isso mesmo! Muitos donos de cães, com a maior ingenuidade, exageram quer nos petiscos caninos, quer na quantidade da ração diária, e, principalmente, nos agradados não-caninos, como bolachinhas, pão, biscoitos, chocolates, como aquele restinho de arroz e macarrão do almoço...

Além disso, a escolha do tipo de ração é fundamental: cães adultos devem comer ração especial para cães adultos e não para filhotes, e vice-versa, uma vez que para cada fase de desenvolvimento as necessidades nutricionais são bastante diferentes. O mesmo vale para os cães idosos, que devem, sempre que possível, receber rações específicas para a idade avançada. No caso das fêmeas grávidas ou que ainda estão amamentando, é fundamental que elas recebam ração para filhotes, uma vez que estas possuem maior quantidade de cálcio.

Outro fator importante que pode levar à obesidade é a falta de exercícios adequados para o nível de atividade próprio cada raça. Ou seja, cães pouco ativos e que recebam ração em grande quantidade, com certeza ficarão obesos. No entanto, em muitos casos a simples introdução de uma carga maior de exercícios não é suficiente para reduzir o peso de um cão obeso.

Problemas causados pela obesidade

Quando um cão está obeso - assim como os humanos - a primeira parte do corpo a sofrer é a coluna vertebral, que passa a ser exigida em excesso. Mas além da coluna, cães obesos podem apresentar ainda muitos problemas de pele e eczemas além de comportamentos sonolentos, dificuldade de andar e perder o fôlego com facilidade.

Os cães obesos tornam-se ainda mais predispostos a desenvolver problemas nas ósseos e das articulações, como reumatismos, hérnias e displasia.

Outro órgão bastante prejudicado com a obesidade é o coração, e por conseqüência, todo sistema circulatório. Assim, muitos cães obesos viram novas vítimas de problemas cardíacos.

No entanto, a obesidade não prejudica apenas os cães adultos. Cuidados especiais devem ser tomados para que os filhotes não sejam atingidos por este problema, o que certamente acarretaria ainda mais prejuízos, já que na fase de crescimento problemas como a displasia podem ser fortemente agravados pelo excesso de peso.

Como saber se seu cão está obeso?

Convencionou-se que quando o cão estiver com 15% a mais do peso normal ele está obeso. Segundo alguns estudos, cerca de 24% dos cães sofre com excesso de peso, e as raças mais predispostas à obesidade são: labrador, cocker spaniel inglês, dachshund, beagle e basset hound.

Um método simples é pegar a pele entre os dedos, ao nível das costelas. Se agarrar uma prega muito grossa, ele está acima do peso. Outro sinal bastante carcaterístico é um aumento da massa de gordura ao redor do pescoço do cão.

Como resolver o problema da obesidade?

Antes de mais nada, o principal cuidado é levar o seu cão para um check-up. E isso, só um veterinário pode realizar. O check-up vai conseguir detectar se o problema da obesidade não está ligado a nenhuma disfunção hormonal e caso isso seja o problema, só um veterinário poderá indicar o melhor tratamento.

  • Elabore, em conjunto com o veterinário, uma meta de peso adequada ao seu cão. Lembre-se de que se o dono não colaborar qualquer tentativa de dieta será inútil.

  • Verifique sempre as quantidades recomendadas de ração pelo fabricante. Muitas vezes a simples redução das quantidades diárias já é suficiente. Em outros casos, a mudança para uma ração diet ou light é uma solução bastante eficiente.

  • Elimine os petiscos não-caninos e reduza os biscoitinhos entre as refeições.

  • Procure não deixar a ração à disposição do cão. Estabeleça horários fixos e com isso você estará mais apto a descobrir exatamente quanto come seu cão. No caso de proprietários que possuem mais de um cão, verifique se um dos cães não está 'roubando' a ração do outro.

  • Inicie ou aumente as sessões de exercícios com o seu cão.
    Atenção: os cães não devem ser submetidos a exercícios extenuantes... escolha cuidadosamente os horários para os passeios e exercícios diversos. Não leve seu cão para passear do lado de fora de veículos ou motocicletas. Respeite o ritmo de seu cão e vá aumentando a carga de exercícios paulatinamente. Além das caminhadas, você pode ainda praticar alguma das muitas atividades que vão fazer seu cão perder peso, como o agility e a natação.

  • Fonte: Dogtimes

Email: waltonribeiro@gmail.com
Fone:8853.3083

Parlamento Europeu alerta Comissão para bem-estar animal.

ImageO Parlamento Europeu apelou fortemente à Comissão Europeia para que exista um maior empenho no cumprimento das normas relativas ao bem-estar animal.

Este apelo surgiu depois do Parlamento Europeu ter votado a favor do relatório que Marit Paulsen elaborou sobre a forma como o Plano de Acção 2006-2010 para o Bem-Estar tem sido implementado.

“A adopção deste relatório por parte do Parlamento Europeu revela que os seus membros estão em contacto com as preocupações dos cidadãos europeus. A larga maioria de votos que este relatório obteve é uma mensagem clara à Comissão Europeia para que não se limite a ouvir, mas antes tente fazer algo de significativo a este respeito”, afirmou Sonja Van Tichelen, directora do Eurogrupo Animais, representante das organizações de animais na Europa.

O PE e o Eurogroup vão continuar a pressionar a Comissão no sentido de aplicar medidas para que todas as normas europeias relativas a esta temática sejam praticadas pelos Estados membros.

Fonte: Vet. Atual

Visitação e Conscientização.

A ONG SOS 4 Patas tem um projeto extremamente interessante e oportuno que é transformar o seu espaço em um local de visitação para alunos da Rede Escolar com ênfase para educação da "posse responsável". Com esta atitude a sua Coordenadora, Conceição Maciel, espera obter recursos para manutenção dos animais e garantir o principal objetivo que é a conscientização ambiental de crianças e adolescentes entre 5 e 15 anos de idade.

A Educação e sensibilização são uma constante no dia a dia destas pessoas que têm como principal objetivo o controle populacional de cães e gatos já tendo realizado 118 castrações, desde 2008.

Atualmente Conceição Maciel está desenvolvendo a campanha ADOTAR É UM ATO DE AMOR, fixando cartazes em locais publicos, como plataformas do metrô e terminais integrados de passageiros. Também desenvolve um projeto piloto no Mercado da Encruzilhada para sensibilização e não abandono Em 2009, produziu os cartazes das CINCO LIBERDADES, também espalhados pela cidade.



"Estamos organizando os canis e gatil por três motivos que são: orientar crianças sobre a "posse responsável", acomodar dignamente nossos animais e buscar recursos geradores das nossas despesas", informou Conceição.

O mais urgente, neste momento, são doações de tijolo, cimento e portões para os canis.

Quem puder colaborar, entre em contato:

Orkut / email
sosquatropatasecia@gmail.com
cecinhamaciel@hotmail.com
Fone: 88492360

O QUE É SER UM PROTETOR DE ANIMAIS?

Por Lilian Rockenbach

Hoje em dia a proteção animal virou um modismo. Muita gente acha bacana dizer que é “Protetor de Animais”, mas o que exatamente ser um “Protetor de Animais”?
Para começar gostaria de esclarecer que proteger animais não é chamar uma ONG ou ligar para um protetor independente quando um animal está sendo mal tratado. Proteger animais também não é ficar no computador apenas repassando pedidos de ajuda, nem se sentir no direito de exigir e cobrar que pessoas ligadas a causa façam o que você considera certo fazer. Estas são apenas formas de divulgar ações e necessidades ligadas a causa, e não a proteção em sua essência.

Em primeiro lugar é importante saber que protetores de animais são pessoas iguais a você, eles trabalham, estudam, possuem família, filhos, quintal pequeno, moram em apartamento em alguns casos, mas decidiram arregaçar as mangas e fazer a diferença. Um dia desses eu ouvi que “ser protetor de animais é um apostolado”, e isso significa você dedicar sua vida, seu tempo e seu dinheiro a uma causa que muito provavelmente “nunca” lhe trará nenhum retorno material.

Consiste também em mudar seus hábitos alimentares (parar de consumir carne), hábitos de diversão (rodeios, vaquejadas, touradas, feiras de exposição, de exploração, de competição, etc.), hábitos de consumo (roupas de origem animal como casacos de pele, etc.), hábitos em geral.
O “protetor de animais” muda sua visão em relação a vida, passa a respeitar toda forma de vida, passa a lutar pela defesa dos direitos dos animais, pela castração, pela adoção, por leis mais rígidas e que os defendam, pela conscientização da população, contra a exploração animal em todas as suas formas, contra o comercio de animais, etc.

Ninguém muda estes hábitos facilmente, nenhuma pessoa que conheço amanheceu e disse: a partir de hoje sou um protetor de animais e vou deixar de fazer tudo o que fiz a minha vida inteira. A vontade de ajudar nos impulsiona a levantar e ir, com o tempo criamos cada vez mais a consciência em relação aos assuntos relacionados à causa, nossos hábitos são mudados aos poucos e gradativamente. É uma luta pessoal contra nós mesmo, e em alguns casos, contra nossos familiares que não conseguem entender e aceitar essa mudança.

Ser um “protetor de animais” é ter responsabilidade social de maneira totalmente independente da caridade. Promover a conscientização em relação ao respeito dos animais é uma das bandeiras mais importantes da causa, fazer com que as pessoas enxerguem que o animal tem uma vida que precisa ser respeitada, é uma batalha constante. Os animais existem da mesma maneira que todos nós, possuem suas individualidades e não estão aqui para nos servir.

Os defensores dos animais devem ser felizes com sua bandeira, devem se orgulhar do que fazem. Se defender animais te trouxer algum tipo de angústia, talvez seja a hora de repensar e mudar de causa. Os animais precisam de pessoas sensatas, que estejam sempre empenhadas em aprender, que estejam dispostas a tentar mudar o mundo, mas se conseguirem mudar apenas a pessoa que está ao seu lado, já fizeram muito mais do que 99% da população. Os animais não podem se defender, eles só têm a nós, seres humanos, para defendê-los, e exatamente por isso temos que nos manter equilibrados para fazê-lo, e fazer com prazer, paixão e de maneira otimista. Pessoas agressivas e desacreditadas, não apenas na causa animais mas em todas as causas, geralmente não conseguem atingir seus objetivos na sociedade, pois não conseguem desenvolver o potencial necessário para valorizar a causa que defendem.

Tenha sempre a frente, e como referência, pessoas inseridas na causa e que desenvolvam um trabalho baseado na seriedade e, acima de tudo, idoneidade. Fuja dos falsos protetores, pessoas que estão inseridas na causa tentando tirar benefícios materiais ou prestígio. Acredite em você e em seus objetivos, arregace as mangas e faça, não tenha projetos alimentados apenas pela esperança, estabeleça objetivos e metas, faça você também a diferença. Pense qual a melhor forma de ajudar os animais, quais os seus pontos fortes, se você gostaria de trabalhar com resgates, com adoção, com maus tratos, com educação, contra exploração, etc. Acredite em você, e dê o seu melhor.

Abrace uma causa, qualquer causa, mas faça-o com responsabilidade e de coração aberto. Mude seus conceitos, abandone os preconceitos e faça a diferença.


Sentiens Defesa Animal - promoção dos direitos animais - http://www.sentiens.net/

Belo exemplo!

Miguel Falabella adota cachorrinha abandonada na rua

Miguel Falabella dá exemplo e adota cadela abandonada. (Foto: Reprodução/Twitter)

Miguel Falabella acaba de adotar um animal abandonado. O ator e diretor contou a história em seu “Twitter”, na tarde de segunda-feira (17).

“Fui tomar vacina e tinha uma confusão em Ipanema. Uma doida jogou uma cadelinha pra fora do carro e foi embora. Adotei. Batizei de Lakmé”, escreveu.

Depois, ele postou uma foto do cão em sua página na internet. Na legenda da imagem, ele escreveu: “Encontrada hoje na rua e já com cara de top”.

E em seguida, Miguel escreveu: “Quem não ama os animais, não ama gente”.

“Lakmé está na veterinária, sendo vacinada, banhada e mimada. Bebeu litros de água e comeu. Está magra, mas saudável, aparentemente”.

Fonte: Revista Quem

Gatinha perdida...

"Tenho uma gatinha que se chama Filó, e dia 15/05/10 ela pulou do carro, nas imediações do Hiper da Avenida Recife e o Ignês Andreazza(local onde disseram que ela entrou), desde então ja fizemos de tudo.. fomos lá, procuramos, perguntamos, deixamos cartazes mas até agora nada! Estamos desesperados atrás dela.. Então peço a ajuda de vocês, quem por favor vir essa gatinha ou souber de alguém que more por lá, que divulgue a foto dela.. Comentem com amigos, alguém deve tê-la visto!
Filó está com uma cicatriz(ainda vermelhinha) na barriga, de uma cirurgia de OSH que ela fez dia 05/05/10! Ainda está com a barriguinha raspada e um pedaço do bracinho também raspado(por causa do soro que ela tomou durante a cirurgia).

Ela é branquinha mas todas as patinhas dela tem manchas pretas, com exceção da pata esquerda dianteira, que é toda branquinha. A cauda é peluda e toda preta. Quem souber de algo, mande-me um email ou ligue pra mim.".

Camila- 88075090/34713385.
Desde já agradeço a atenção!

Adote!

Enviado por Sarah Freitas

Final Feliz para Dourado Colina

Mais um caozinho do MPcolina encontrou um lar. Dourado Colina foi adotado pelo casal Ana Paula e Romero, residentes em Boa Viagem!

"Dourado ingressou no MPColina graças a intervenção da protetora Sônia Mignot. Estava jurado de morte pelo vizinho da referida Sra., e a sentença estava marcada para as 12hs do dia do seu resgate no Janga, Olinda! Qual o crime cometido por Dourado para uma sentença tão cruel? Manso e humilde de coração Dourado protegia-se do sol e da chuva embaixo da Komby do vizinho perverso!

Livre da adversidade das ruas e da sentença que pesava sobre sua vida, Dourado com o ar fleumático que lhe é característico, aguardou placidamente o dia da sua adoção! Parecia estar adivinhando que algo muito bom iria selar o seu destino. E de fato, basta observar as fotos de Dourado antes e depois da adoção! podemos observar Dourado no momento da adoção, desfrutando da alegria do casal Ana Paula e Romero. e depois vemos um Dourado alegre e digno no aconchego do Lar doce Lar e em passeios com seus pais adotivos na praia de Tamandaré! E digam que nossos irmãozinhos não sabem das coisas...claro que sabem...eles sabem sim!

Dourado continue feliz ao lado de Ana Paula e Romero! Você Merece! Todos merecem! Amamos você!

SEnviado por Simone Sales-Presidente do MPColina- 3426.7949/9680.2111- www.mpcolina.com

Serie: Quem faz "Algo mais" I

A partir desta semana o Blog Dog Midia inicia uma serie de materias e entrevistas especiais com pessoas que fazem "algo mais" pelos animais em Pernambuco. Pessoas que, apesar das dificuldades do dia a dia, do seu trabalho e dos cuidados com a sua familia, dedicam suas vidas para atender, também, aos animais; uma dedicação constante que faz deste "Amor" uma Missão de vida, cheia de desafios, mas gratificante e feliz. Se você conhece quem tem este "algo mais", mande pra gente. A publicação será sempre às segundas-feiras.

"O mais importante não é encontrar a pessoa certa, e sim ser a pessoa certa."

O Medeiros é uma dessas pessoas. Vamos começar esta serie com ele porque foi o primeiro defensor que conheci depois de comprar um dos CD's que ele coloca à venda, por R$ 5,00, em bares e restaurantes, para ajudar a sua ONG, a Pet PE.

Como Web designer, tem sua produtora, a "Pernambucanamente" e passou a fazer "algo mais" a dois anos atrás, depois que viu um cão fila brasileiro abandonado e desnutrido. Neste momento ele diz que "cansou de não fazer nada e passar a responsabilidade para os outros". Pegou o cão, levou para o seu apartamento e lá mesmo abriu a PET PE- Casa Esperança e Liberdade para Animais Carentes, onde em pouco tempo já tinha 16 cãezinhos e cerca de 10 adoções por mês.


Há dois meses ele alugou uma bela e ampla casa, em candeias, onde mora na área de serviço e o restante da casa fica para os cães. Lá tudo é rigorosamente dividido: o quarto dos doentes; dos que estão em recuperação, dos bebês que estão amamentando, a enfermaria e sala de cuidados médicos e a área externa para os cães antigos, separados dos que estão chegando e em fase de adaptação. Junto à sua noiva Amanda, Medeiros faz "algo mais" pelos animais em Pernambuco.
.
Blog: Medeiros, o que mais lhe incomoda em relação ao descaso com os direitos animais?

R- O que mais me deixa chateado são as pessoas trazerem os animais saudaveis aqui e achar que é minha obrigação cuidar, eles não assumem a responsabilidade, apenas jogam aqui e somem, isto realmente me preocupa e me deixa cada vez mais desgostoso com os que se dizem protetores.

Blog:Quais ações você já encampou para mudar esta realidade?? e como esta a situação hoje?

R: Domingo iamos muito ao Mercado da Madalena para combater os maus tratos e instigar a adoção,hoje nao vou mais, pois os logistas já nos aguardam com os animais completamente fracos e desnutridos para nos dar.

Blog: O que mais pode ser feito ?

R- Conscientização e uniao, se os abrigos que existem e as que se dizem protetoras se reunirem podem sim mudar a realidade que existe, pena que elas nao fazem pelos cachorrinhos ou gatinhos, fazem mais pelo proprio ego.

Blog:Como está a Pet Pe hoje?

R: Atualmente a PetPE tem 65 cachorrinhos e estamos tentando construir nosso gatil. Cada dia que passa estamos ficando mais fortes e mais preparados para a realidade do nosso Estado e o nosso próximo passo será a castração de animais saudáveis e soltura dos mesmos onde foram recolhidos, para com isto evitar tantos cachorrinhos na rua.

BLOG: considerações finais

R- Toda dia chegam aqui pessoas dizendo que o sonho é abrir uma ong, como se fosse algo caro ou impossivel, se cada um abrigar um ou dois cachorrinhos, tratar, vacinar, vermifugar e castrar, uma hora vamos ter dado conta de todos em nosso bairro, infelizmente aqui muito se fala e pouco se faz. Agradeço a Veterinaria Claudia Amorim, pois em 1 ano de existencia, foi a unica veterinaria que chegou aqui sem falar muito, atendeu, castrou, cuidou e cuida de varios animais por nos abrigados e um detalhe, nao cobrou um centavo e nem pede divulgação na minha agencia ou ong.

Veja como ajudar a Pet-PE: acesse http://www.petpe.com.br/

Cão grifado

dog140520101.jpg

A Farm agora está investindo no melhor amigo das fashionistas, o cão. Para isso, a marca criou a linha Dog, que traz coleções lindíssimas e fofas de coleira e caminha, tudo para os cachorrinhos das suas clientes. As novidades já chegaram na loja do Shopping Recife.

Fonte: SL comunicação

Animais em apartamento.

A presença de animais em apartamento é amparada por lei

Hanna e Dafinny

Sigmund Freud, psiquiatra austríaco, reconheceu e caracterizou o caráter específico e a importância de animais na vida das pessoas.

Pode-se amar um animal com uma intensidade extraordinária. Afeição com simplicidade neste mundo conturbado. Possuir um animal é ter sentimento de afinidade íntima. Na infância um animal de estimação estabelece um vínculo da criança com o mundo natural , ensinando a respeitar todas as formas de vida.

Nos últimos anos, a convicção de que a companhia dos animais é benéfica para o homem, adquiriu fundamento científico. Sua presença alivia solidão e o abatimento de seus donos, servindo como estímulo para cuidar de si próprio e para realizar atividades úteis.

A companhia de um animal reduz a ansiedade e as tensões porque se converte no centro de atenção e traz sentimentos de segurança.

Pode contribuir ainda para que o dono se mantenha em boa forma física, ao dar-lhe motivação para fazer exercícios, por outro lado, terão mais saúde na medida que o proprietário dispensar a ele carinho, atenção a devida assistência médico-veterinário.

Apesar de todas estas atribuições a presença de cães ou gatos em apartamentos tem causado muitas discórdias entre vizinhos que desconhecem a regulamentação do código civil nos capítulos dos Direitos de Vizinhança, e a Lei nº 4,591 de 16 de dezembro de 1964.
A presença do animal não fere os direitos de vizinhança, é soberana a qualquer convenção de condomínio. O morador possuidor de animal está exercendo o seu mais legítimo direito de propriedade.

Isto serve também para derrubar frageis argumentos dos que querem "abandonar" seus bichinhos alegando que estão mudando para um apartamento e que seus animais não podem ir. Eles podem SIM e DEVEM acompanhar seus tutores.

A proteção adequada.

Este é um exemplo magnífico de proteção animal e que deve ser divulgado.
Se prestarmos atenção ao texto escrito abaixo, perceberemos atitudes fundamentais.

A protetora percebeu a necessidade do animal, Providenciou atendimento veterinário, Está alimentando o cãozinho, E disponibilizará o Tobby para adoção

E nós protetores, defensores, simpatizantes poderemos repassar essa linda história de resgate e lutarmos para conseguirmos uma família adequada para Tobby.

SALIENTANDO QUE, A MESMA NÃO UTILIZOU A REDE PARA DESABAFAR E/OU PASSAR O PROBLEMA PARA TERCEIROS.

Enviado por Sarah Freitas- sarahfreitass@hotmail.com



" Ola, meu nome é Juliana. To escrevendo pra dar a notícia de que resgatei ontem em Olinda um cãozinho muito debilitado. Levei ele ao vet, dei banho e tosa completa, ele tava infestado de piolho. Tosamos ele por completo, pusemos remédios e os piolhos já estão saindo. As taxas de hemoglobina dele estão baixíssimas, e ele tá com a doença do carrapato e muito fraquinho. Apesar disso, o veterinário ficou surpreso ao ver que as taxas de defesa estão boas.
Tenho alimentado ele bem, com ração e fígado, e ele tem bebido água e feito xixi e côcô direitinho. Tá aqui na área de serviço do meu apartamento.
Essa é a minha primeira experiência em cuidar de um cão de rua assim, trazendo pra dentro de casa. A minha outra experiência foi com um cachorrinho atropelado, com fratura exposta, que ficou 15 dias no veterinário, e depois de uma grande campanha foi adotado. Quero disponibilizá-lo depois pra adoção, quando ele estiver saudável, e sei que posso contar com a ajuda de vcs!
Ele é um doce, beeem mansinho!! Quando o vi na rua, já veio na cabeça o nome dele: TOBBY.
Queria viver essa experiência pra poder dar continuidade a isso: resgatar cães, tratá-los, e disponibilizá-los pra adoção. Tinha receio de não saber como lidar com a situação, mas vi que se aprende fazendo, né? ;)
A única dificuldade é dar remédio, pq ele fica apavorado com a seringa, e como eu moro sozinha, tenho que me virar sozinha, heheh
Veja a fotinha dele:
Contatos: Juliana 8730.1118 e 9103.5836
juflombardi@hotmail.com

Artigo: Violencia e impunidade

Uma reflexão sobre a importância de agirmos em defesa dos animais

germano@ra-bugio.org.br

Como sabemos, a humanidade sempre foi inimiga dos animais e travou uma guerra sangrenta contra eles, que se intensificou nos últimos 10 mil anos. É uma guerra covarde porque os animais ficaram indefesos e estão acuando diante da população humana que se multiplica rapidamente.

Mas vivemos um momento histórico, onde alguns de nós, humanos, passamos para o outro lado, ou seja, para o lado dos animais e passamos a defendê-los deste massacre. Tornamo-nos fiéis aliados dos animais contra o pior inimigo.

Uma força que ganhamos recentemente é a internet, que está liquidando com o poder da mídia, que já não consegue controlar a mente das pessoas, mostrando só um lado que pode ser tanto o lado da verdade como da mentira, conforme as conveniências que visam sempre a audiência, ou seja, o lucro (dinheiro), e não necessariamente valores éticos.

O episódio das imagens hediondas do roubo de ovos de tartarugas em uma da Costa Rica, que são comprovadamente verídicas, mostrando claramente as pessoas saqueando os ovos para vender aos bares e restaurantes, diante das mamães tartarugas sem se importar do estresse que causam ao animal nesta hora (é a mesma coisa que roubar o filho de uma mãe durante o parto).

As imagens circulam com força na internet mesmo após as investidas da mídia tradicional tentando desmentir uma violência claramente registrada nas imagens. Em fevereiro, tivemos a nota publicada pelo projeto TAMAR, de autoria do coordenador do projeto do Aquário do Rio de Janeiro, o maior da América Latina (que vai manter em cativeiro 12 mil peixes). Todas as notas publicadas na internet defendendo o roubo de ovos foram massacradas com uma saraivada de comentários, com criticas severas e bem consistentes.

Esta nota do projeto TAMAR foi publicada em todos os portais. Não adiantou nada! As imagens continuaram circulando com mais intensidade ainda. Neste domingo, tivemos aquela explicação confusa do quadro Detetive Virtual, do Fantástico, que apenas repetiu esta explicação manjada e não surtiu nenhum efeito em deter a força da internet, nossa poderosa arma para defender os animais indefesos nesta guerra cruel e covarde que a humanidade declarou contra eles.

Devemos continuar lutando, divulgando o e-mail com as imagens e o artigo que escrevi defendendo os animais.

Instituto Rã-bugio para Conservação da Biodiversidade
http://www.ra- bugio.org. br/

Acompanhe nosso trabalho de Educação Ambiental nas escolas para salvar os animais
http://ra-bugio. blogspot. com/

Fonte: Anda

Você está pronto para ter um bichinho?

Como os psicólogos dizem há anos, antes de entrarmos em qualquer relacionamento amoroso saudável, devemos nos sentir seguros de quem somos e definir o que queremos. Para ter uma noção melhor das necessidades e desejos de seu importante relacionamento com um bicho de estimação, responda as seguintes perguntas:

1. Tenho tempo todos os dias para dar comida, afagar, brincar, treinar e exercitar um animal?
2. Posso incluir os custos de veterinário, seguro do animal, treinamento, alimentação, casa, higiene e outros complementos em meu orçamento mensal?
3. Sou bastante forte para treinar direito e controlar um cachorro adulto, grande e ativo? Tenho limitações físicas e domiciliares que tornam difícil, se não impossível, passear com um cachorro regularmente?
4. Por causa da minha situação de vida, faço restrições ao tamanho ou tipo do animal?
5. Alguém da minha família apresenta sinais de alergia a pêlos de animais?
6. Se estou planejando comprar um gato, mas já tenho outro animal, em casa, há espaço suficiente para prevenir uma luta territorial?
7. Quando sair de férias, o que farei com o animal?
8. Se precisar trabalhar até tarde, ou me ausentar por períodos prolongados, como poderei cuidar direito de meu animal?

Se você tem em mente outro bicho de estimação que não um cachorro ou gato, verifique antecipadamente informações sobre a legalidade responsável.Vamos abrir a cortina um pouco mais, para ajuda-lo a imaginar um bicho de estimação em seu mundo. Por exemplo, se você é sozinho, morando num apartamento e trabalhando 14 horas por dia, pode querer um cachorro que não faça estragos e não costume latir durante o dia, mas que ainda seja capaz de latir à noite, se houver um barulho inesperado.

Ou se o companheirismo, em vez de proteção, for a sua motivação, talvez um gato seja um a opção melhor, já que passa tantas horas fora de casa.Prefere um cachorro grande, meio desajeitado e bobo ou pequeno agitado e esperto? Prefere um cachorro com um manto grosso e macio, ou um com pelo duro e raso, que não deixe sua roupa parecendo um casaco de pele? Seu gato deve ser bem ativo, do tipo que pode passar horas correndo atrás de um pedaço de barbante puxado pelas crianças, ou que se costuma chamar de “gato de estante”, um verdadeiro bibelô em forma de gato?

Pense bem e se você está disposto a adotar um animal abandonado no abrigo municipal ou nas várias ONG´s que existem – e torço para que esteja ( ver relação lateral no Blog) – Parabéns! e seja feliz com seu novo amiguinho.



Cão é atração na novela das Seis.

Cão Pepe sente espírito em “Escrito nas Estrelas’’
Na novela de Elizabeth Jhin, o cachorro era “amigo” de Daniel
Um dos personagens de “Escrito nas Estrelas’’ (Globo) não tem nenhum diálogo, mas mesmo assim grava todos os dias. Além disso, influencia o comportamento e as atitudes de alguns dos protagonistas da novela das seis. Trata-se do cachorro Pepe, que, na novela de Elizabeth Jhin, era o melhor amigo de Daniel (Jayme Matarazzo) e um dos poucos a sentir a presença do espírito do rapaz, após sua morte. Além disso, o animal criou laços com Viviane (Nathália Dill), de quem deve se aproximar cada vez mais.

Aos quatro anos de idade, Juca -o nome verdadeiro de Pepe- faz sua estreia na televisão. Segundo sua adestradora e dona, Luciana Mello, a escolha de Juca para a trama foi uma surpresa. “Fiquei sabendo que a novela precisava de um golden retriever -raça do Juca- que soubesse latir a partir do comando de uma pessoa. Foi aí que apresentei o meu cachorro à produção’’, conta.

Uma vez selecionado, Juca teve de dar início, em dezembro do ano passado, a um treinamento mais específico. “Foi preciso que ele aprendesse a passar emoção por meio do olhar, a puxar objetos e roupas e, é claro, a atender ordens mesmo sendo chamado por um outro nome. Essa foi a parte mais complicada do treinamento’’, diz.

A autora da trama conta que decidiu colocar o animal em cena porque “uma pessoa sensível e bondosa como Daniel adoraria ter um cachorro como companhia’’. “Não é de hoje que os animais roubam a cena. Acho que os bichos nos trazem um gostinho de infância, uma sensação de aconchego. Mesmo alguns animais pelos quais não temos tanta simpatia na vida real, na ficção são extremamente carismáticos’’, afirma Elizabeth Jhin.

E como a rotina das gravações de “Escrito nas Estrelas’’ é intensa, a dona de Juca diz que redobrou os cuidados com o amigo fiel. “Eu o alimento mais agora, com suplementos e vitaminas, e o levo mais vezes ao veterinário’’, finaliza.


EMBARQUE DE ANIMAIS VIVOS: PROTESTE!


ESTÁ VENDO ESTE FOCINHO?

Este é um dos dez mil bovinos que neste momento estão amontoados em um navio-curral de vários andares, viajando em direção ao Egito e não é para conhecer as pirâmides.

Eles estão submetidos às piores condições, nas quais passarão quase um mês, tempo que dura esta viagem absurda. Tudo porque estão sendo exportados como se fossem coisas, como se não tivessem apego à vida, como se não estivessem em pânico, como este da foto, que busca um pouco de ar, tem a sorte de estar numa beirada, e tenta entender onde está, entender como foi parar tão longe de onde vivera até então e o que fez para merecer estar ali. Sem seus conhecidos, sem a alimentação que estava acostumado a buscar nos campos, sem um espacinho para deitar e ruminar.

Está esmagado, porque o lucro depende de quantos cabem em cada compartimento. Não sabe ainda que muitos morrerão no caminho e serão jogados no mar, que talvez ele seja um deles e que morrer no caminho talvez seja um prêmio. Quem não morrer prosseguirá, dia após dia, até chegar ao ponto final onde não encontrará pastagens verdejantes, mas sim os homens que os conduzirão à morte.

Como são mortos os bois no Egito? Nem imaginamos. Talvez seja até pior do que é no Brasil.

Quem tem o direito de tirar as vidas destes animais que nada fazem a não ser se submeter a tudo? Que crime eles cometeram que não o de serem dóceis? O de ter uma carne que os egípcios e os brasileiros e tantos outros gostam de ter à mesa por nunca terem pensado nos direitos animais ou por puro egoísmo.

Se você concorda que esse comércio tem que parar, tente fazer duas coisas:
tornar-se vegano, isto é, não utilizar nada de origem animal na sua vida
assinar a PETIÇÃO que pede o fim deste tipo de comércio dos bois:

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1986

Lembrando: só assinar é muito pouco. É incindir sobre apenas um aspecto da crueldade e da exploração animal. A forma de realmente mostrar que os animais importam para você, todos os animais, é se tornando vegano.

Fonte:Grupo pela Abolição do Especismo GAE
www.gaepoa.org

Os cães enxergam colorido ou em preto e branco?




Das cores básicas do espectro (amarelo, azul e vermelho) os cães, que têm visão dicromática, ao contrário do homem cuja visão é tricromática, distinguem bem o amarelo, o azul e o branco (somatória das cores) e o preto (ausência delas). Imagine que o cão, ao observar uma roseira, a enxergue em preto e branco, porquanto o verde ele reconhece como preto e o rosa como branco

- fosse esta mesma roseira amarela com flores azuis ou azul com flores amarelas, ele a enxergaria com fidelidade de cores! É o que as evidências nos mostram sobre a visão dos cães e gatos. (Prof. J. L. Laus - Unesp)

Fonte: Vida de Cão

Mais dois cães ganham novo lar.

Mais dois cãezinhos do MPColina foram adotados: Black e Gessy Colina estão com a família da jovem Raquel M. residente em ampla casa em Aguazinha, Olinda.

Quem conta esta estoria com final feliz é Simone Sales:

"Black é um lindo vira-lata egresso do CVA a terrível oficina de mortes a qual vem ceifando semanalmente vidas de animais saudáveis, numa pura demonstração de desrespeito cívico a nossa cidadania, e Gessy uma bela filhote de dálmata resgatada de maus tratos numa operação policial.

Black foi adotado primeiramente e três meses depois foi a vez de Gessy irmanar-se a Black na mesma família. Ambos foram muito bem adotados. A família de Raquel ama os cães e os trata com muito carinho, cuidado e amor!"

Enviada por Simone Sales-Presidente do MPColina- www.mpcolina.com

Curso pratico de Adestramento Inteligente!

Uma ótima oportunidade para quem está desempregado ou quer uma renda extra está no CURSO DE ADESTAMENTO DE CÃES com aulas práticas e teóricas, que acontece de 20 a 23 de maio , no Caninos Pet Club, na Estrada do Encanamento.

Comportamento canino - educação de filhotes - adestramento básico e avançado - cães de guarda - como se aproximar de uma cão agressivo; comandos junto, senta, deita, fica aqui, sentado, de pé, rola, rasteja, morto, vivo, dá a pata, machucado, recua etc.

Oitenta por cento dos últimos formados no ano passado estão trabalhando na área. O mercado de pet shops cresce em média 20% ao ano e movimenta cerca de US$ 1,5 bilhão por ano.O brasileiro gasta quase R$ 400 reais per capita com seus animais de estimação por ano.

Valor do curso = R$ 400,00 (pode ser pago em duas vezes) até o dia 18/05/2010

Os alunos poderão levar um cão não adestrado, com idade mínima de seis meses e possuir suas carteirinhas de vacinação em dia.

Vagas Limitadas. Informações (81) 9968-2534 ou (81) 30284682-

Célula-tronco é testada em animais no Brasil

A promessa terapêutica das células-tronco começa a ser testada em animais de estimação no Brasil - trazendo a reboque, assim como nos experimentos clínicos humanos, uma série de dúvidas e preocupações. Um projeto pioneiro de uma empresa de biotecnologia e um hospital veterinário de São Paulo começou no mês passado a selecionar cães e gatos para testes clínicos com células-tronco adultas.

A meta inicial é escolher 40 animais portadores de cardiopatias e 40 com insuficiência renal para os primeiros experimentos, nos próximos meses. Animais com outras doenças ou traumas também poderão ser incluídos no estudo, desde que estejam em estado terminal e já tenham esgotado as opções de tratamento convencional.

“Estamos falando de um protocolo clínico, igual ao que é usado para seres humanos. Diferente do que se faz com animais de laboratório”, explica o veterinário Mário Marcondes, diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira, que coordena o projeto em parceria com a empresa Celltrovet, responsável pela produção das células.

Ele faz questão de ressaltar que o tratamento, por ser experimental, é gratuito. E não há resultado garantido. “Não se pode cobrar por uma terapia antes que sua eficácia esteja comprovada.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Agência Estado
 
DOG MIDIA © 2011 | Designed by Agência Wai!